Como Funciona o Sistema

Passo-a-passo de utilização do sistema.

Mais Detalhes

Nosso sistema é o único que se conecta com o webservice do Banco Central e traz as taxas médias sempre atualizadas. Com isso você terá sempre as informações oficiais.

Você pode fazer cálculo nas seguintes modalidades.

    Pessoas Físicas:
  • Aquisição de veículos
  • Cartão de crédito total
  • Cartão de crédito rotativo
  • Crédito pessoal consignado para aposentados e pensionistas do INSS
  • Crédito pessoal consignado para trabalhadores do setor privado
  • Crédito pessoal consignado para trabalhadores do setor público
  • Crédito pessoal consignado total
  • Crédito pessoal não consignado vinculado à renegociação de dívidas
  • Crédito pessoal total
  • Financiamento imobiliário com taxas de mercado
  • Financiamento imobiliário com taxas reguladas
  • Financiamento imobiliário total
    Pessoas Jurídicas:
  • Aquisição de outros bens
  • Aquisição de veículos
  • Capital de giro com prazo superior a 365 dias
  • Capital de giro total
  • Cartão de crédito rotativo
  • Cartão de crédito total
  • Desconto de cheques
  • Desconto de duplicatas
  • Financiamento imobiliário com taxas de mercado
  • Financiamento imobiliário com taxas reguladas
  • Financiamento imobiliário total

O Cálculo

Tem ocorrido muitas dúvidas sobre como uma planilha ou uma calculadora financeira não conseguiriam chegar aos mesmos índices de redução de valores que o nosso sistema, isso acontece porque ao contrário de calculadora e dos demais programas do mercado não trabalhamos com fórmulas matemáticas criadas em uma época pré-computação onde os cálculos não podiam ser feitos por simulação, mas tão somente por aproximação. Explica-se:

Pela lei devemos aplicar em nossos contratos de financiamento os chamados juros simples, que nada mais são do que calcular o montante de juros a ser pago sobre o capital mutuado, ou seja:

Montante de Juros = Saldo de Capital x juros

Após devemos abater do saldo o valor da parcela paga, computar os juros sem capitalizar e ao final o saldo de juros + saldo do capital tem de ser igual a quantia total paga.

O que a princípio parece fácil na verdade é uma complicação, pois cada vez que pagamos uma parcela do financiamento o saldo diminui e assim para calcular os juros incidentes na próxima parcela temos de abater o valor da parcela, o problema é que não sabemos os valores da parcela, e variar o valor da parcela faz alterar o montante dos juros, o que por sua vez altera o montante final alterando assim a própria parcela, ou seja, é um circulo infinito e por tal era praticamente impossível calcular a mão o valor das parcelas de um contrato através dos chamados juros simples.

No intuito de solucionar o problema do cálculo das prestações em um financiamento muitos matemáticos ao longo da história criaram fórmulas de cálculo milaborantes, como por exemplo o método frances de amortização mais conhecido como tabela Price criado em 1771 pelo matemático Richard Price. O qual, como é sabido, cria uma distorção absurda em qualquer contrato.

Existe também o método de Gauss criado pelo matemático Alemão Carl Friedrich Gauss, este método toma como referência o retorno do investimento que um determinado valor poderá propiciar. Ocorre que, no caso de operações de empréstimos, as prestações são compostas de capital e juros, juros estes que, em razão dos cálculos que são feitos para apurar o retorno do investimento, sofrem a incidência de novos juros. Isto causa uma distorção a favor do devedor, na medida em que, justamente por causa da capitalização composta que ocorre no cálculo do retorno, para se alcançar o retorno esperado, a prestação calculada pelo Método de Gauss é menor.

Juros Simples - mesmo

Na época dessas fórmulas, era impossível realizar cálculos de parcelas com juros através da aritmética, pois teríamos de refazê-lo milhares de vezes até encontrar o valor da parcela que conseguisse ao final quitar o capital e os juros, entretanto hoje com advento do computador e da possibilidade de simulações matemáticas isto mudou completamente, pois em uma simulação computacional podemos definir o que queremos e a partir dai iniciar a inserção de uma serie de valores em uma variável até o ponto de obtermos o resultado almejado.

Esta simulações que são quase impossíveis de serem feitas a mão, ou mesmo através de uma planilha excel, pois requerem uma repetição gigantesca de probalidades até que se atinja a meta desejada, são absurdamente fáceis de serem feitas em um computador e é desta capacidade computacional que o nosso sistema se vale.

Desta forma, o que o sistema web Justicalc faz é descobrir por simulação qual deve ser o valor da parcela de um contrato para que o mesmo se de por quitado considerando-se o velho cálculo dos juros simples. E o melhor no meio desta simulação o programa verifica as taxas de juros do contrato com as taxas médias praticadas no mercado, pegando as informações diretamente no Bacen, e se for o caso reduz a taxa do cálculo para esta, bem como afasta todas ilegalidades, como tarifas administrativas, de venda, de terceiros, venda casada e levando em conta ainda o valor efetivo pago em cada parcela, acabando de uma vez por toda com a comissão de permanência.

Logo Justicalc

Sistema JustiCalc

Sistema auxiliar para ações revisionais.

Powered by Azure
Desenvolvido por Mbmaciel.com© 2015-2017